fbpx

Como reduzir a necessidade de capital de giro no seu negócio

quarentenaPowered by Rock Convert

Entenda o que é necessidade de capital de giro e descubra algumas práticas que podem influenciar na sua redução e, ainda, em um melhor gerenciamento e controle.

Capital de giro é um dos pontos centrais dentro de um negócio. Além de ser um dos problemas mais recorrentes em todos os clientes que tratamos: menos de 30% deles tem um controle apurado da necessidade de capital e de suas alavancas.

Os impactos desse descontrole podem ser devastadores dentro do negócio!

Então vamos, neste post, entender um pouco mais os seguintes pontos:

  • O que é Necessidade de Capital de Giro
  • Principais impactos no Capital de giro do negócio
  • Como melhorar a gestão das alavancas que impactam no Capital de Giro, reduzindo-o

Vamos começar e até o final do artigo você já pode ter uma luz em alguns pontos obscuros do seu negócio hoje!

O que é necessidade de Capital de Giro?

Antes de qualquer coisa, você precisa entender claramente o que é Necessidade de Capital de Giro e como chegar nessa métrica dentro da sua realidade.

Necessidade de Capital de Giro é quantidade de Capital necessária para financiar a operação diária do seu negócio.

Em outras palavras, é o dinheiro que você precisa para pagar todas as contas do seu negócio e mantê-lo funcionando.

No capital de giro entram entram todas as variáveis financeiras que movimentam o dia a dia do negócio. Dá uma olhada:

  • Vendas a vista e vendas a prazo (contas a receber);
  • Caixa Disponível;
  • Pagamentos a fornecedores de matéria prima, serviços e mercadorias;
  • Estoques de matéria prima ou produtos para comercialização;
  • Impostos a pagar;
  • Despesas a pagar (energia, salários, telefones, etc.)

A necessidade de capital de Giro é a diferença entre as contas do seu Ativo Circulante (Vendas a vista e prazo, Caixa, estoques) e as contas  do seu Passivo Circulante (Contas a Pagar, principalmente, mas também empréstimos, salários da sua equipe, impostos).

Com a Necessidade de Capital de Giro você sabe quanto precisa ter em caixa para pagar suas contas sem depender de capital externo ou sem a realização de aportes dos sócios.

Assim, para ter uma Necessidade de Capital de Giro bem mapeada e um Capital de Giro estruturado é necessário ter alguns controles e implementar algumas rotinas de gestão em contas com impacto financeiro. Agora vamos falar um pouco mais delas.

Principais impactos 

Antes de começarmos, já gostaria de destacar alguns pontos sobre o Capital de Giro:

  • Toda empresa que vende a prazo precisa de recursos para financiar seus clientes;
  • Toda empresa que mantém estoque de matéria-prima ou de mercadorias precisa de recursos para financiá-lo;
  • Quando a empresa compra a prazo (matéria-prima ou mercadorias) significa que os fornecedores financiam parte ou todo o estoque;
  • Quando a empresa tem prazos para pagar as despesas (impostos, energia, salários e outros gastos) significa que parte ou o total dessas despesas é financiada pelos fornecedores de serviços.

Com isso fica claro que a gestão dos seus prazos de pagamento e recebimento impacta diretamente seu capital de giro. Esta dinâmica impacta  o que chamamos de ciclo financeiro, que é o período em que sua empresa fica “a descoberto”, após o pagamento dos seus fornecedores, até  o recebimento dos seus clientes.

Para se ter toda essa informação disponível é importante ter um controle do Fluxo de caixa dentro da realidade do negócio, de forma muito bem estruturada e atualizada, pois só assim você terá a informação fidedigna sobre recebimentos e pagamentos para tomada de decisão. Concorda?

Despesas e custos, receitas e estoque influenciam diretamente na sua necessidade de capital de giro e devem estar a todo momento no radar com trabalhos constantes em desenvolvimento para melhoria e otimização.

Você deve estar pensando “Beleza! Já sei o que impacta meu capital de giro, mas o que eu posso fazer para melhorar?”

Não precisa se preocupar com isso mais! Aqui listamos algumas formas de agir para melhorar a gestão do seu capital de giro e reduzir a sua Necessidade de Capital.

ideiaPowered by Rock Convert

Como melhorar a gestão das alavancas 

Vamos começar por um ponto crítico em pequenas empresas e que, de acordo com a nossa experiência, gera um desconforto e preocupação constantes nos gestores.

O Ciclo Financeiro é um dos principais pontos em uma boa gestão de Capital de Giro e é onde a maioria das empresas, especialmente as de pequeno porte, falham, deixando esses prazos de lado. Seu controle é imprescindível para um controle eficaz do capital de giro.

Via de regra, os gestores deixam os prazos de pagamento na mão de seus fornecedores, se apertando para realizar pagamentos ou pagando juros em caso de atrasos, evitando qualquer tipo de negociação por receio ou não confiança que vão surtir algum efeito positivo.

Uma notícia para você: o “NÃO” você já tem!

A maioria dos fornecedores tem esse tipo de flexibilidade e consegue reorganizar alguns prazos de acordo com necessidades emergenciais de caixa. Uma dica: não deixe essas renegociações virarem o padrão. Caso perceba que isso vai ocorrer, sente com o seu fornecedor para um renegociação de prazo ou até de contrato.

Outro ponto é a realização de vendas a prazo sem nenhum tipo de controle, impactando diretamente no caixa disponível e no capital necessário para reposição de mercadorias e pagamento de fornecedores. Esses prazos devem ser bem calculados, pois, quando você vende a prazo, precisa ter capital para financiar o negócio enquanto não recebe; no caso  de produtos, isso quer dizer comprar mais sem ter recebido a venda que foi feita.

É muito importante a gestão do Ciclo financeiro do seu negócio. Ele deve estar no seu radar a todo momento, acompanhando se o caixa que está disponível e o que se tem a receber bastam para quitação dos compromissos do negócio.

Em caso de identificação de incapacidade de pagamento, é necessário renegociar os prazos com os fornecedores com antecedência ou alterar os planos de recebimento junto aos clientes. Em outro artigo vamos mais a fundo no Ciclo financeiro.

Acompanhe o nosso Blog e se inscreva na nossa Newsletter!

Um  ponto de muita importância é trabalhar constantemente pela redução das despesas e custos do negócio. Para isso, é importante que se desenvolva uma análise profunda dessas contas para entender onde os cortes podem ser realizados sem impacto na qualidade de entrega. Recomendamos a utilização do PDCA juntamente com as suas ferramentas, como Pareto e Espinha de Peixe.

Por último e não menos importante, é necessário fazer a gestão de estoque. Uma gestão de estoque mal feita impacta diretamente no seu Caixa, que por sua vez impacta no seu Capital de Giro: mercadoria parada em estoque é dinheiro parado no estoque, tanto de matéria prima quanto de produto finalizado.

Não adianta aproveitar aquele super preço do seu fornecedor se esse produto vai ficar parado no seu estoque. Ou, ao invés de comprar 10, comprar 20, pois o preço é melhor, se o produto não tiver giro suficiente que justifique a compra adicional.

Enfim, estoque tem que ser bem gerenciado e acompanhado. Já produzimos um artigo falando sobre isso, que pode ser acessado, clicando aqui.

Bem, acredito que consegui passar um panorama geral sobre o Capital de Giro e a Necessidade de Capital de Giro. A intenção é te alertar sobre esse ponto importante do seu negócio e ainda te passar algumas possíveis ações para facilitar seu controle.

Afinal, você curtiu esse assunto e achou o texto com informações interessantes pra você? Então continue com a visita em nosso blog, leia agora mesmo o texto “10 dicas para entender e controlar o ciclo financeiro da sua empresa” e se torne um especialista no assunto!

Comentários
Powered by Rock Convert

Consultor de Gestão com mais de 10 anos de experiência em gestão em diversos setores da economia e em empresas de vários portes. Sócio fundador do Meu Gestor e trabalhando para resolver os problemas de gestão de pequenos empreendedores em todo o Brasil.

Um especialista do MeuGestor vai entrar em contato com você



Suas informações estão seguras.